Visão holística e a ética na sustentabilidade

Levanto uma questão inicial: em se tratando da visão holística e ética na sustentabilidade, qual a importância destas práticas trabalharem integradas para o equilíbrio ambiental?

Não me permito responder a questão, por ignorância, ou mesmo para não quebrar a proposta do questionamento, onde o meio ambiente é um bem de todos e não só apenas de quem estuda ou atua especificamente na área.

Perante a visão holística, qual a importância de se enxergar como um todo o globo e não só apenas a cidade ou localidade em que
vivemos? Já pararam pra pensar por que as chaminés das antigas fábricas eram tão altas e como elas funcionavam? Processo simples e funcional, eram altas o suficiente para lançar os gases produzidos no ar e, perante o efeito natural de
correntes de ventos contínuos, transportavam esses gases a outras localidades.
Problema corriqueiro onde, pela falta de correntes de ventos, estes gases
ficavam alocados nas regiões propriamente produzidas, minimizando a qualidade
de vida.

Até que ponto pensamos de forma única, visão de um todo, onde geramos pequenos prejuízos ambientais locais e esta ação prejudica globalmente o ecossistema? Devido à forma capitalista e rotineira em que vivemos que nos limita a visão holística, vale ressaltar a importância de se pensar de forma macro, onde ainda existem alguns países que, por escolha, não fazem práticas da busca do equilíbrio sustentável, lançando diariamente toneladas de gases estufa na atmosfera e geração descontrolada de resíduos industriais e sólidos urbanos. A prova desta situação é a formação da ilha de lixo do pacífico. O lixo chegou ate lá, foi transportado por quilômetros e quilômetros pelas correntes marítimas.

Faço um apelo direto aos estudantes e atuantes
especificamente na área, me incluo neste apelo. Quais são nossos compromissos éticos com esta realidade? Compartilho um interessante modelo adotado em Harvard, onde se define uma carteirinha de cumprimento do aluno ao diploma adquirido. Cabe a ele cumprir os compromissos éticos definidos na carteirinha ao mercado de trabalho. Desta forma, ele atinge o diferencial e cumpre seu papel com conhecimento adquirido na academia e de forma multiplicadora atua na sociedade de forma ética.

Link para artigo sobre a Carteirinha de Harvard: http://www.nytimes.com/2009/05/30/business/30oath.html?_r+1&th&emc=th

Por que não criamos uma carteirinha ética ambiental à sociedade? Quais seriam as atividades que já fazemos pela busca do equilíbrio ambiental, e quais são as atividades que não devo fazer para a preservação ambiental que é o bem maior de todos?

Será que temos capacidade para possuir estas carteirinhas de agentes éticos do meio ambiente?

Deixo este desafio aos leitores deste material, escrevam quais são os principais mandamentos éticos e holísticos que fazemos e o que não devemos fazer para que se atinja o equilíbrio sustentável.

Eu faço a minha parte! E você? Será que estamos realmente agindo e fazendo o certo? Questionem a sociedade e disseminem conhecimentos ambientas, desta forma podemos mudar o diagnóstico atual

Por: Renato Binoto

Anúncios

One thought on “Visão holística e a ética na sustentabilidade

  1. Boa proposta Renato, para o atuante na área é de extrema importância garantir que a ética e o valor dela para com as questões ambientais esteja sempre em foco, digo no sentido de transparência e respeito ao habitat no qual vivemos. É um exercício e tanto rememorar as nossas atitudes, e torna-se essencial exercitá-las diariamente. Assino embaixo.

    Tarcio vsc.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s