Sustentabilidade por pessoas e não por empresas?!

Podemos classificar sim a sustentabilidade sendo executada por pessoas e não por empresas!

Independentemente de estar no trabalho ou em sua residência a sustentabilidade esta intrínseca na forma adotada de consumo e respeito ao meio ambiente.

Prova disto é o trabalho desenvolvido pelo grupo WAL-MART, liderado pelo anterior diretor executivo Hector Nunez.  A sustentabilidade adotada pelo grupo partiu de um principio comunicativo para todos os níveis hierárquicos com um objetivo único e claro, quebrar paradigmas e, sim, prover de melhores práticas, menos impactantes e suficientemente econômicas.

O que fica evidente no sucesso desta pratica adotada pelo grupo, foi o DNA sustentável da alta hierarquia a ser disseminada a todos os setores da empresa. Principalmente no Brasil, não vemos muito interesse na prática e neste caso, quando temos este DNA correto e interesse de mudar algo, temos um resultado animador e disciplinador.

No WAL-MART, se criou alguns objetivos mútuos entre todos os colaboradores para minimização de impactos ambientais e para fortalecer o movimento, foi criado um super-herói. Quem vestiu a fantasia do personagem foi nada mais nada menos do que o Diretor Executivo na época Hector Nunez. Fica a prova de que quando a empresa busca melhores práticas num modelo sustentável, partindo da alta hierarquia, se consegue quebrar paradigmas e melhorar o contexto social.

Ainda, eu como profissional de logística, admiro e sigo a regra, de forma sustentavelmente econômica, o grupo teve por proposta, se reunir com alguns grandes grupos fornecedores de produtos de prateleiras dos hipermercados e juntos assinaram um contrato de consumo consciente, formando uma rede colaborativa logística de empresas de DNA sustentável, cadeia de valor logística altamente eficaz e acordada entre todos.

a regra do jogo

Um dos resultados de destaque, foi entre o grupo Wal-Mart e Johnson & Johnson, onde a rede supermercadista cobrou do fornecedor Johnson & Johnson uma caixa menor de bandeides, pois havia muito espaço vazio na caixa entre o produto e embalagem. O pedido foi atendido e com esta diminuição da caixa, o número de itens permaneceu o mesmo, porem agora em uma caixa que compõe melhor o produto. Esta diminuição de volume acarretou em uma diminuição logística de 75 contêineres mês sendo que o volume de produto continua sendo o mesmo, paramos apenas de movimentar ar armazenado nas caixas.

Ações simples que hoje eu, Renato Binoto, Consultor e Docente em Logística Empresarial e Reversa, tenho a honra de levar e disseminar este conhecimento logístico e sustentável de forma andrológica a nível Nacional. Este vídeo por minhas mãos, já foi apresentado em São Carlos-SP, Araraquara-SP, Matão-SP, Bragança Paulista-SP, São Paulo-SP, Campinas-SP, Maringá-PR, Goiânia-GO, Joinville-SC, Florianópolis-SC.

O que mais impressiona é o interesse dos meus alunos enxergarem que ações simples podem fazer a diferença no dia a dia das empresas. Graças a isso, hoje eu consigo criar agentes multiplicadores, pois agora eles acreditam nestas potenciais melhorias.

Por onde passo mantenho este legado e exemplo de DNA correto partindo da alta hierarquia. Segue exemplo de uma ideia simples e de um interesse forte de mudança.

Agradeço fortemente ao meu líder sustentável Hector Nunez.

Link para o vídeo:

http://www.youtube.com/watch?v=yUdK8LRplwU

Por: Renato Binoto

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s