O Plano Nacional da Exclusão e atraso Social

Saindo um pouco da logística e discutindo sobre a realidade e impunidade deste país. Dentre inúmeros contrastes que dificultam a vida dos Brasileiros, esta semana estamos vivenciando dois casos interessantes. Primeiramente temos a noticia do Advogado que processou a empresa ferroviária de transporte CPTM em São Paulo, por excesso de passageiros e ganhou o caso no valor de R$15.000,00. Passo interessante, porem quantos paulistanos diariamente merecem também esse respeito. Não queremos dinheiro, queremos sim transporte de qualidade. Este caso resolveu a situação de um favorecido pelo conhecimento legal, o resto da sociedade vive pendurado neste descaso que se movimenta sobre trilhos.

http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/sp/2013-08-17/e-para-a-cptm-temer-diz-advogado-indenizado-em-r-15-mil-por-lotacao-nos-trens.html

Outro ponto importante e revoltante é em se tratando da lei federal que busca o fechamento das APAEs e como saída alertam a importância destas crianças especiais em inclusão social.

De acordo com o Plano, “A meta, do Plano Nacional de Educação (PNE), determina que alunos com deficiência estudem em escolas regulares, sem a opção de escolherem por escolas especiais como as Apaes.”

nervoso_gritando“O Plano Nacional de Educação mais uma vez não foi votado no dia 3 de julho conforme estava previsto. Por este motivo torna-se importantíssimo, bem como urgente a nossa mobilização institucional.  A expectativa é que o PNE seja analisado pelo Plenário do Senado Federal após a conclusão da votação do projeto de lei que destina os royalties do petróleo à educação e saúde, recursos para o financiamento da educação, que foi alterado pelos senadores e vai retornar à Câmara. O Presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado, Senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) é o relator do PNE na CCJ, ele assumiu compromisso de ouvir representantes do Fórum Nacional de Entidades de e para Pessoas com Deficiência, a Presidente Aracy Ledo participou da reunião do fórum, ficando agendado um dia de mobilização nos estados e uma grande mobilização nacional em Brasília.

Em virtude destes acontecimentos torna-se importantíssimo, bem como, urgente a nossa mobilização institucional.”

Link.

http://www.apaebrasil.org.br/noticia.phtml/53521

http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2013/08/manifestantes-de-sao-vicente-protestam-contra-fechamento-da-apae.html

Pergunto que inclusão? O brasileiro normal não tem direito a inclusão neste país, as crianças tem um péssimo ensino, falo isso, pois sou um brasileiro que estudou a vida inteira em escola publica, será que hoje o ensino melhorou? Em minha época já não se tinha professores suficientes, minhas aulas de química e física foram na quadra, meus livros foram resumidos a bola.

Nos dias de hoje, sabemos muito bem da qualidade de ensino, até que ponto estas crianças especiais terão oportunidade de inclusão? Isto é puramente exclusão, exclusão social, exclusão no ambiente escolar onde a sociedade de forma geral tem preconceito com esses talentos especiais. As Crianças normais já sofrem bullying nas escolas, imaginemos as especiais. Tem casos na internet de professores excluindo crianças especiais.

http://www.youtube.com/watch?v=QXgEJ1tLqyk

Não temos que criticar as professoras que fazem isso, pois o cenário de trabalho é assustador, a professora chegou ao seu limite. O descaso é geral, temos que resolver o problema social. Ganha-se miseravelmente neste país para a responsabilidade educacional.

Virou rotina politica deste país, parar com ações e situações que se intitulam como gastos.  Foi assim com as concessões de estradas, de ferroviais, vem sendo com o desenvolvimento social e agora com as APAEs. Escrevo isso por estar revoltado e indignado com essas maravilhas governamentais que se criam.

Sou a favor sim de acabar com as APAEs desde que os filhos de políticos deste país, sejam obrigados a estudarem em escolas públicas, desde que filhos especiais de políticos tenham também este tratamento.

Daqui uns dias vão acabar com os hospitais? Terceirizarão o serviço de atendimento as farmácias? Gastam-se milhões em desnecessidades e realmente o que precisa ser melhorado e não excluído, se colocam um basta.

Ridicularidades cotidianas em um país que tem tudo para ser de primeiro mundo e realmente o problema não são das crianças especiais e sim da mentalidade lenta governamental.

Por Renato Binoto

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s